Hippie – Resenha

Livros, Reflexões
05/09/2018


Terminei de ler Hippie, já faz algumas semanas, e como alguns livros de Paulo Coelho, este levou algum tempo para ser digerido e começar o efeito catarse.

Hippie é um livro autobiográfico, um recorte de uma parte da vida de Paulo, sua fase Hippie, mais especificamente o ano em que ele estava em Amsterdã e embarcou no Magic Bus, rumo a Kathmandu. A história é sobre esta viagem, sobre os encontros que ele teve no caminho e sobre transformações. O livro também nos situa historicamente, nos coloca em meio a uma ditatura e seu horror, ele conta em detalhes experiências de tortura, e de lá nos leva para o encanto dos Hippies e sua busca por uma vida mais leve e livre.

Lendo daqui deste tempo e espaço eu consigo traçar um paralelo, enquanto uma onda de ódio e fundamentalismo se levanta e todos parecem ter enlouquecido (de forma negativa), eu embarco no Magic Bus, em busca de alguma resposta. Lembro que Paulo Coelho, em entrevista ao jornalista Pedro Bial disse: “eu escrevi (Hippie) para acabar com essa polarização que a gente vive hoje”, e então animada eu sentei no banco ao lado de Paulo e Karla.

Eu adoraria dizer mais sobre esta viagem, mas isso incluiria ter que revelar muitos spoilers. O que eu posso dizer, sem estragar a experiência de leitura de ninguém, é que a viagem valeu a pena, e encontrei o que fui buscar.

Com Hippie na minha cabeça, penso que em tempos de trevas devemos olhar para dentro, para nosso eu interior, que devemos “partir” (simbolicamente) em busca do nosso despertar, em busca do que realmente importa, fazer o nosso Trabalho, o que deve ser feito sem se deixar seduzir pelo ódio voraz, pelo medo ou pelas portas dos paraísos solitários, é preciso procurar o amor e deixá-lo fluir dentro de nós, até que a gente se confunda com ele próprio. O amor não tem polaridade.
Quando alguém se desperta para o Amor, se torna uma espécie de “Pedra Filosofal”, que desperta o Amor nos outros ao redor, transforma chumbo em ouro. Este é o caminho.

“As pessoas escutam apenas aquilo que querem, jamais tente convencer ninguém, siga apenas o seu destino sem medo – ou até mesmo com medo, mas siga o seu destino.” – Hippie.

Não é raro reler um livro de Paulo Coelho e enxergar outras dimensões no texto, chegar em outras conclusões. Então caso esta não tenha sido a sua reflexão e queira compartilhar comigo qual foi, eu ficarei muito feliz em saber.

Gostaria de fechar este texto com uma frase do poeta Rumi, que me parece muito oportuna:

“A ferida é o lugar por onde a luz entra em você.” – Rumi

Gratidão.

 

Compartilhar

Moodboard – Quero Ser Uma Youtuber

Criatividade, Dicas para autores, Quero Ser Uma Youtuber, Reflexões
02/09/2018

Você sabe o que é um Moodboard? Moodboard é um painel com referências para representar visualmente um projeto, é também conhecido como painel semântico, ou seja, é um painel que tem o objetivo de ajudar na tradução da essência de um projeto, serviço, marca, produto etc.

É muito usado no ramo da moda, da decoração (de casas e de festas) e também nos trabalhos de gestão de marca, o branding. Também é uma ferramenta muito útil para escritores e roteiristas, que encontram no moodboard uma forma de enxergarem melhor a essência de seus personagens e de sua história.

Resolvi começar a utilizar esta técnica nos meus próximos livros e para treinar um pouco, criei moodboards dos personagens do Quero Ser Uma Youtuber. Veja só como ficou:

 

Gostei bastante da experiência, é como se eu pudesse sentir “a vibe” dessas pessoas para entendê-las melhor. Fico pensando agora em como seria criar moodboards para nós mesmos, com o objetivo de trabalhar nosso autoconhecimento, mas isso é assunto para outro post rs.

Gostaram?

Dica: o Pinterest é uma ótima plataforma para criação de Moodboards.

 

Compartilhar

Planner Semanal e um LINDO 2018!

Brindes, Reflexões
28/12/2017

Imagem via Pintrest

Eu adoro finais de ano! Principalmente as últimas semanas, onde a maioria das pessoas estão de férias e todo mundo está no passo desacelerado. É nessas semanas que costumo fazer um balanço do que se passou. Relembro tudo que aprendi e faço um exercício de gratidão por todas as coisas boas que o ano me trouxe. Mas o que mais me anima é pensar no ano novo! Me empolgo em pensar nas possibilidades infinitas e maravilhosas que me aguardam. Nos projetos que irão sair do papel, nas pessoas e lugares que irei conhecer e nos sonhos que irei realizar.

Normalmente crio uma lista curta de objetivos para o ano novo, gosto de separar o “ter” do “ser”. Na listinha do TER coloco tudo de material que pretendo alcançar: viagens, mudança de visual, objetos de desejo e claro meus projetos! Já na listinha do SER eu incluo um princípio que quero trabalhar no ano novo, por exemplo: tolerância, fortaleza, modéstia etc — Mas eu escolho só 1! Um só já dá um baita trabalho hahaha.
Também entra nessa lista as coisas que pretendo aprender no novo ano, em cursos ou estudando por conta. Por exemplo: história da arte, maquiagem, fotografia etc.

É muito importante pegar leve! Uma lista muito extensa acaba causando frustração. Precisamos focar em prioridades e em qualidade, a quantidade sem profundidade não satisfaz verdadeiramente.

Bom, para que essa listinha não se perca durante o ano, é preciso estar sempre de olho nela. Gosto de colocar na minha agenda, já que abro ela todos os dias. A gente precisa se fazer lembrar! Pois no dia a dia acabamos muitas vezes sendo engolidos pela rotina, e pior, nos distraímos dos nossos próprios objetivos e somos levados a trabalhar na realização dos sonhos dos outros!

Ilustração Tsai Yunin

Realizar nossos sonhos dá trabalho! Mas todo esforço compensa. Muitas vezes as pessoas não irão entender sua busca, e irão até mesmo te criticar. Quando isso acontecer lembre-se que a vida é uma dádiva e que não devemos desperdiçá-la. Só teremos a idade que temos hoje uma vez, só viveremos o dia de hoje uma vez. É uma grande loucura deixar de realizar nossos sonhos por causa da opinião dos outros. Acredite em você e leia biografias!
Sim, inclua na sua listinha de livros para ler algumas biografias. Ler histórias de sucesso nos motiva e nos fortalece. Todas as pessoas que realizaram seus sonhos tiveram dificuldades, algumas de saúde, outras financeiras, algumas pessoas tiveram até problemas com a “justiça”. Ao pesquisar a trajetória de muitas pessoas que admiro percebi um padrão: todas tiveram momentos difíceis, mas todas persistiram naquilo que acreditavam. E quer saber? Foi justamente os momentos difíceis que elas passaram que as fizeram mais fortes e capazes de realizar seus propósitos.

Então retomando minhas dicas de ano novo: faça uma lista enxuta de objetivos, separe o ter do ser, deixe essa lista sempre por perto para que você não se esqueça dos seus propósitos e leia biografias!

Em agradecimento a todo carinho que recebi este ano preparei um presentinho para vocês! Um PLANNER SEMANAL! Você só vai precisar imprimir em uma folha sulfite, anotar o que é importante no local indicado (os itens da sua lista de objetivos do ano) e espalhar durante cada dia da semana pequenas tarefas e ações que irão te deixar mais próximos da sua meta.
Repare que não inclui o sábado e o domingo na lista. Gosto de deixar esses dias livres para descanso, contemplação e confraternização com família e amigos. É justamente nesses dias que recebemos toda energia que vamos precisar para uma LINDA SEMANA.

Obrigada por todo carinho. E um LINDO 2018 para todos vocês <3

— Clique aqui para fazer o dowload do planner —-



Compartilhar
Página 1 de 3123