Contos Zen – Nem Água, Nem Lua.

Contos Zen
15/01/2017

b85dafa294bad253b7b68a3058ad45ea

Por anos e anos, a monja Reiko estudou, sem conseguir chegar à Iluminação. Uma noite, estava ela a carregar um velho pote cheio de água. Enquanto caminhava, ia observando a imagem da lua cheia refletida na água do pote.

De repente, as tiras de bambu que seguravam o pote inteiro partiram-se e o pote despedaçou-se. A água escorreu e o reflexo da lua desapareceu… e Reiko iluminou-se.

Ela escreveu estes versos:
De um modo ou de outro, tentei segurar o pote inteiro,
Esperando que o frágil bambu nunca se partisse.
De repente, o fundo caiu. Não havia mais água.
Nem mais lua na água. Apenas o vazio em minhas mãos.
E seu significado em minha alma.

(Autor desconhecido)

 

—————————

Ilustração: pinterest

Compartilhar

Contos Zen – Vento

Contos Zen
17/10/2016

lele
Certa tarde de outono, o mestre Ikyyu vagueava pelos campos, levando consigo um a flauta de bambu.
Um eremita, ao vê-lo perguntou:

– Quem és tu?

– Sou um peregrino que segue para onde sopra o vento.

Tencionando pô-lo em apuros o eremita perguntou:

– E quando o vento não sopra?

– Então sopro eu – respondeu Ikyyu, começando a soprar na sua flauta.

 

 

——-
Ilustração do post: Lele Luzzati

 

Compartilhar

Contos Zen – Baso e a Meditação

Contos Zen
19/04/2016
tumblr_n4r9hhPQWf1qhttpto1_500
Quando jovem, Baso praticava incessantemente a Meditação. Certa ocasião, seu Mestre Nangaku aproximou-se dele e perguntou-lhe:
– Por que praticas tanta Meditação?
– Para me tornar um Buddha.
O Mestre tomou de uma telha e começou a esfregá-la com um pedra. Intrigado, Baso perguntou:
– O que fazeis com essa telha?
– Pretendo transformá-la num espelho.
– Mas por mais que a esfregueis, ela jamais se transformará num espelho! será sempre uma pedra.
– O mesmo posso dizer de ti. Por mais que pratiques Meditação, não te tornarás Buda.
– Então o que fazer?
– É como fazer um boi andar.
– Não entendo.
– Quando queres fazer um carro de bois andar, bates no boi ou no carro?
Baso não soube o que responder e então o Mestre continuou:
– Buscar o Estado de Buda fazendo apenas Meditação é matar o Buda. Dessa maneira, não acharás o caminho certo. O estado búdico jamais estará em um fazer.
Autor Desconhecido

 

——-
Ilustração do post: Carolyn Gan

 

Compartilhar